Rapidinha #04 – Reserva de Emergência

Todos dizem que antes de investir é necessário possuir uma reserva de emergência…

Até concordo com isso, porém não 100%. Para que uma pessoa possa investir é necessário que ela separe parte de seus ganhos, é óbvio! Uma pessoa endividada não conseguirá nunca investir, afinal o que ela ganha mal dá para pagar seus gastos mensais.

Então já começa por aí: endividado = quite as dívidas e separe fielmente parte de seus ganhos para investir. Faça do investimento uma dívida com você mesmo.

Papai dos Investimentos

O que não concordo com a reserva de emergência?

Não concordo com a tal matemática – e os papagaios de pirata que vivem repetindo -, de que são necessários 6 meses, 1 ano ou mais, do valor total de seus gastos mensais poupados. Traduzindo: se você precisa de R$ 1000,00 para viver (água, luz, internet, aluguel, comida…), multiplique por 6, 12 ou a quantidade de meses que deseja que seja a sua reserva. Neste caso, multiplicando por 6, você precisaria juntar R$ 6000,00 antes de começar a investir.

O que quero dizer?

Quero dizer que por muito tempo EU deixei mais de 10k como reserva e nunca precisei.

Atualmente tenho R$ 1000,00 na poupança que uso como reserva para o caso de gastar um pouco além no cartão de crédito, por exemplo. Fora isso meu dinheiro está todo em investimentos.

Caso surja algum imprevisto (que não consigo imaginar agora) e precise do dinheiro na hora (acho que é só sequestro, né???), recorro aos familiares.

Por que eu digo isso?

Como assalariado que sou, se for demitido terei direito a seguro-desemprego, multa, FGTS etc… Então, se por ventura, eu for demitido e minha renda “acabar”, teria direito a essa grana e conseguiria me manter por uns meses, certo? Penso que isso seria a “minha reserva de emergência”.

Agora, caso você não tenha renda fixa (salário, por exemplo), então você deverá ter uma reserva de emergência para que possa segurar as pontas diante de alguma eventualidade; veja o que a COVID fez: fechou comércios inteiros… E o empresário que não tinha uma reserva???

Finalizando: penso que há casos e casos, e não adianta virar papagaio de pirata e sair por aí repetindo aos quatro cantos do mundo de que todos têm que ter uma reserva de emergência de no mínimo 6 meses etc.

EDIT: Tenho investimentos em TD Selic, então posso “sacar” caso tenha alguma real necessidade. Além disso, há outros investimentos, tipo CDB com liquidez diária, que podem servir também como reserva de emergência.

That’s all folks!

Publicado por

Papai dos Investimentos

Minha trajetória e experiência com investimentos, dinheiro e um pouco de tudo, principalmente quando se tem um filho! :) https://papaidosinvestimentos.wordpress.com

2 comentários em “Rapidinha #04 – Reserva de Emergência”

  1. Olá PDI, tudo bom?

    Excelente Artigo!

    Concordo com você, reserva é importante, mas para um assalariado, é mais flexível.

    No meu caso, como autônomo, ela é importante, e aí sim, os ensinamentos dos papagaios se fazem verdadeiros.

    Até a próxima!

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s