Balanço Patrimonial – Maio 2022

5 meses desde o último Balanço, que beleza! Sem delongas, vamos aos fatos:

  • Comprei algumas ações: VIIA3 e CASH3.
  • Alguns aportes em CDB.
  • Alguns aportes em TD.
  • Dei um tempo pra cripto.

A loja, meu trabalho CLT, outros trabalhos extras, ideias para ganhar dinheiro, família… Têm consumido bastante do meu tempo, mas logo tudo isso irá resolver e trará bons frutos!

A verdade é que devemos definir prioridades e manter o foco, SEMPRE.

That’s all folks!

Rapidinha #05 – O olho do dono que engorda o gado

Se você nunca ouviu essa frase irá conhecer o seu significado agora! Muitos concordam, outros podem até discordar, mas estou vivendo o seu significado na pele.

Muitas vezes, sem a presença física do dono da empresa, o negócio não deslancha. São pequenos detalhes que para a maioria podem até passar despercebidos, mas para o dono é algo crucial para o sucesso.

Um funcionário que é mal educado consegue fazer com que um cliente (e muitos outros, afinal um péssimo atendimento erradia para outros clientes e possíveis clientes) nunca mais volte; um funcionário que surrupia um produto achando que ninguém irá notar, está acabando com o seu negócio aos poucos; o mesmo vale para àquele que não cuida da sua loja e deixa o negócio às moscas… Está ali só pra “bater cartão e receber o seu no final do mês”.

Tenho vivido tudo isso (e mais) na pele e, se eu não falo, as coisas só pioram. Tenho muito o que agradecer pois minha esposa empresta o seu ouvido diversas vezes para que eu possa desabafar; mas não é fácil.

Chega a ser lamentável ter que falar o ÓBVIO (e repetidas vezes) com pessoas adultas e vacinadas, como dizem.

Limpe a loja! Trate bem o cliente! Não pegue nada que não é seu!

That’s all folks!

Abs!

Papai dos Investimentos
https://papaidosinvestimentos.wordpress.com

Meu aprendizado (até então) ao empreender

Quem acompanha o blog a mais tempo já leu por aqui que alguns anos atrás resolvi empreender no carnaval vendendo bebidas. Se você não leu sobre os desafios e aprendizados que tive é só clicar aqui.

Este ano resolvi de vez tirar a ideia da cabeça e abrir uma mercearia. A loja que estou é da minha sogra, então não terei que pagar aluguel e nem água e luz (não me perguntem o motivo 🤔).

O bairro onde fica a loja já existe a algum tempo e possui outros comércios, inclusive do mesmo ramo que o meu, porém os mesmos não têm lá muitas opções de produtos e as grandes redes de supermercado ficam a alguns quilômetros de distância; imagine uma mercadinho de bairro onde você encontra de tudo, então essa é a minha loja, que está começando mas já possui um pouquinho dos mais variados itens.

Outro detalhe importante a mencionar é o poder aquisitivo do pessoal, que é baixo.

Darei um resumo de como comecei e como estou, mas infelizmente não poderei dar muitos detalhes e nem postar fotos, já que meu blog é bastante conhecido mundialmente e facilmente algum parente/amigo/cliente poderia me encontrar por aqui e iria descobrir quase tudo das minhas finanças 😢, além do risco de sequestro e morte… 😱😂😂😂 E o principal: gente (vulgo parente) pedindo dinheiro (que ainda não tenho) 😀

Vamos aos detalhes e resumos:

  • A loja tem +- 5m de frente e +- 7m de fundo. Se for contar a frente total (pois tem outra loja) passa de 12m;
  • Já possuía um caixa para atendimento e uma gôndola de +- 5 metros;
  • Ganhei um freezer duplo (com porta de vidro) como presente de grego e paguei +- R$ 1.600,00 para arrumá-lo;
  • Atualmente tenho quase 200 tipos diferentes de produtos para venda (um pouquinho de cada coisa);
  • Em 18 dias o total de vendas foi de R$ 1.486,44; sendo que abri a loja no meio do mês, então não peguei o início do mês onde o pessoal costuma ter mais dinheiro no bolso;
  • Cigarro e seda é o que mais vende e o que mais dá lucro, principalmente cigarro picado (unidade);
  • Retirei dinheiro na poupança para pagar algumas coisas à vista;
  • E usei o cartão de crédito para abastecer a loja.

Investimentos (gastos)

Até agora meus gastos foram:

  • Máquina de cartão para vendas: R$ 299,90;
  • Etiquetadora: R$ 65,00;
  • Luminária: R$ 50,00;
  • Transporte do freezer: R$ 150,00;
  • Conserto do freezer: 1.600,00;
  • Fornecedores/abastecimento: +- R$ 6.900,00;
  • Outros valores pequenos… Mas tudo devidamente anotado.

Aprendizados

  • Em casa sempre fui o responsável por fazer a compra no supermercado/feira, então já tenho boa noção sobre preços etc., mas é diferente de comprar no atacado para tentar pechinchar ao máximo, pesquisando em diferentes fornecedores, por exemplo. Então deve-se ter atenção máxima quanto a isso para não comprar produtos achando que o preço está bom, sendo que na realidade você comprou mais barato antes (sim, eu sei que os preços mudam, mas deve-se ficar atento quanto à isso);
  • Outro detalhe é ficar atento quanto a data de validade de certos produtos, que vencem rápido e muitas vezes você pode perder com isso. Chegando próximo a data o ideal é anunciar e fazer uma promoção nem que seja para sair no 0 a 0.
    Eu sempre procuro produtos que vão vencer com no mínimo 6 meses, assim é um tempo considerável para vender (lembre-se que estou começando, então muita gente não conhece o meu comércio ainda), além de optar por comprar em menor quantidade, claro;
  • A respeito da variedade de produtos, muitas vezes vejo produtos em promoção nos fornecedores, porém opto por não comprar, visto que não sei se terá saída aquele produto em questão. Em alguns casos abro exceção e compro poucas unidades para ver a aceitação do público;
  • Fiado (comprar sem dinheiro), o mal que acaba com qualquer comércio… É claro que já me pediram fiado e eu disse NÃO. Na verdade há duas exceções por lá que deixo pagar depois, pois sei que são bons pagadores;
  • Quando ainda estava abastecendo a loja para a inauguração, sumiu UMA CERVEJA, e, sem muitas dúvidas, só pode ter sido a atendente que trabalha para mim, pois ela mora na casa de cima da loja e tem acesso fácil lá. Inacreditavelmente ela deve ter pensado que eu não fosse dar falta de tal cerveja, mas eu não havia sequer aberto a loja ainda, então todo o freezer estava cheio de cerveja e todas complemente “alinhadas” e iguais na quantidade;
  • “O olho do dono engorda o gado”, você provavelmente já ouviu essa frase e hoje eu vejo o quanto ela é verdadeira (ao menos para mim).

Era para ter finalizado e publicado este post a alguns dias atrás, porém a correria do trabalho não me deixou finalizar, além de que eu pretendia dar mais detalhes e contar mais sobre essa aventura… Porém o tempo me é raro hoje em dia, mas vou me comprometer a publicar ao menos 1x por semana aqui.

Em breve trarei mais novidades.

That’s all folks!

CLT e o pássaro preso na gaiola

Dias atrás me peguei fazendo um comparativo entre um empregado CLT e um pássaro preso em sua gaiola. Explico a seguir qual foi o meu raciocínio e entendo se você discordar, afinal, a vida é assim, cheia de antagonismos.

Todos sabemos que a CLT tem algumas “vantagens” para o trabalhador: salário, férias, 13º terceiro, FGTS… e, em caso de perda do emprego, tem o seguro-desemprego.

O problema da CLT é que na maioria das vezes ela “impede” o trabalhador de ir além e mostrar todo o seu potencial, deixando-o “preso” a essas “vantagens”. Entendeu a mensagem? Vamos continuar.

Logo, penso que um empregado CLT é como um pássaro preso em uma gaiola, sendo o seu salário e demais benefícios iguais a ração que é dada diariamente a um pássaro; então o emprego poderia ser considerado a gaiola do pássaro.

Para a maioria dos pássaros há uma segurança em ficar preso na gaiola, afinal, ele recebe comida e água todos os dias, além de ter um lugar “seguro” para ficar longe do “perigo” (empreender?).

O tempo passa e todos os dias o pássaro vê o horizonte e pensa que poderia estar solto para viver e desfrutar mais o mundo; muitas vezes ele também vê outros pássaros voando livremente e sente inveja deles… Mas com um lampejo ele desperta para sua realidade e então fica com medo do mundo lá fora. Prefere ficar dentro da gaiola, mesmo que diversas vezes enquanto o seu “dono” (patrão) cuida da ração e da água ele tenha oportunidade de fugir (melhores oportunidades/empreender) passando pela porta aberta.

Então, um belo dia, o pássaro cria coragem para alcançar novos voos (empreender, arriscar mais) e, rapidamente, aproveita o momento oportuno enquanto encontra a porta de sua gaiola aberta, permitindo, assim, que parta em uma nova jornada, que não será fácil, mas com certeza será recompensadora, com novas aventuras e desafios diários.

Nem tudo será flores, claro! Afinal ele estará livre naquele mundo que é totalmente novo para ele, e correrá muitos perigos que não imaginava existirem, porém a recompensa final irá valer muito mais a pena do que se continuasse o resto de sua vida preso em uma gaiola sem poder exibir e usar todo seu potencial e, o principal, sem conhecer o mundo a sua volta e tudo que ele pode oferecer…

Espero que esta reflexão faça algum sentido para você.

Meu intuito com este post não é dizer para você que ser assalariado/CLT é ruim etc; estou apenas expondo uma analogia que fiz, então não há lado certo e nem errado, mas pode ter um lado melhor do que o outro, porém, isso também depende exclusivamente da mentalidade de quem está lendo.

Gostou? Discordou? Deixe um comentário! 🙂

That’s all folks!

Rapidinha #04 – Reserva de Emergência

Todos dizem que antes de investir é necessário possuir uma reserva de emergência…

Até concordo com isso, porém não 100%. Para que uma pessoa possa investir é necessário que ela separe parte de seus ganhos, é óbvio! Uma pessoa endividada não conseguirá nunca investir, afinal o que ela ganha mal dá para pagar seus gastos mensais.

Então já começa por aí: endividado = quite as dívidas e separe fielmente parte de seus ganhos para investir. Faça do investimento uma dívida com você mesmo.

Papai dos Investimentos

O que não concordo com a reserva de emergência?

Não concordo com a tal matemática – e os papagaios de pirata que vivem repetindo -, de que são necessários 6 meses, 1 ano ou mais, do valor total de seus gastos mensais poupados. Traduzindo: se você precisa de R$ 1000,00 para viver (água, luz, internet, aluguel, comida…), multiplique por 6, 12 ou a quantidade de meses que deseja que seja a sua reserva. Neste caso, multiplicando por 6, você precisaria juntar R$ 6000,00 antes de começar a investir.

O que quero dizer?

Quero dizer que por muito tempo EU deixei mais de 10k como reserva e nunca precisei.

Atualmente tenho R$ 1000,00 na poupança que uso como reserva para o caso de gastar um pouco além no cartão de crédito, por exemplo. Fora isso meu dinheiro está todo em investimentos.

Caso surja algum imprevisto (que não consigo imaginar agora) e precise do dinheiro na hora (acho que é só sequestro, né???), recorro aos familiares.

Por que eu digo isso?

Como assalariado que sou, se for demitido terei direito a seguro-desemprego, multa, FGTS etc… Então, se por ventura, eu for demitido e minha renda “acabar”, teria direito a essa grana e conseguiria me manter por uns meses, certo? Penso que isso seria a “minha reserva de emergência”.

Agora, caso você não tenha renda fixa (salário, por exemplo), então você deverá ter uma reserva de emergência para que possa segurar as pontas diante de alguma eventualidade; veja o que a COVID fez: fechou comércios inteiros… E o empresário que não tinha uma reserva???

Finalizando: penso que há casos e casos, e não adianta virar papagaio de pirata e sair por aí repetindo aos quatro cantos do mundo de que todos têm que ter uma reserva de emergência de no mínimo 6 meses etc.

EDIT: Tenho investimentos em TD Selic, então posso “sacar” caso tenha alguma real necessidade. Além disso, há outros investimentos, tipo CDB com liquidez diária, que podem servir também como reserva de emergência.

That’s all folks!

Balanço Patrimonial – Janeiro 2021

Primeiro balanço do ano! Vamos ao que interessa:

  • Apostei alguns reais em criptos.
  • Compra de Tesouro.
  • Depósito na poupança para eventualidades (vulgo “reserva de emergência”). Deixei 10k na poupança por um bom tempo como reserva e como nunca usei coloquei em LCI + TD. Agora vou juntar uns 3k para ficar “sossegado”, diga-se de passagem, afinal, nunca precisei usar algo desse montante para qualquer urgência. Post sobre isso na quinta-feira, 27.
  • FGTS é o saldo total. Ainda tem + 40% do que já foi depositado em todo o período, sendo que já utilizei algumas vezes para amortização do ap.
  • Imóveis valorizando mas não atualizei o valor do meu no Balanço.
  • Cartão é o valor da fatura atual (e total), ou seja, sem parcelas para frente. Graças a Deus cortando este mal!

Balanço Patrimonial – Dezembro 2021

Dois meses sem fazer meu Balanço Financeiro e nessas horas vejo o quanto o tempo está passando rápido e, também, a minha falta de compromisso com algumas coisas em minha vida.

Em novembro tirei alguns dias de férias e deu para aproveitar bastante (tem um post em rascunho no qual contarei algumas curiosidades sobre o destino e minha experiência).

Sobre o Balanço, seguem algumas atualizações:

  • Vendi EMBR3 – a qual havia adquirido pelo preço médio de R$ 7,97 – obtendo um lucro de R$ 1334,77.
  • Comprei mais 100 ações da CIEL3 (podem chamar de louco se quiserem).
  • Apostei alguns reais em criptos.
  • Um COE que adquiri em 2019 venceu agora em dezembro/21 e obtive um lucro +- R$ 650,00.
  • Compra de Tesouro.
  • FGTS é o saldo total. Ainda tem + 40% do que já foi depositado em todo o período, sendo que já utilizei algumas vezes para amortização do ap.
  • Imóveis valorizando mas não atualizei o valor do meu no Balanço.

Acho que é isso.

Rapidinha #03 – Prejuízo à vista no Mercado Livre

Lembra do produto que despachei lá para o Ceará? Veja um pouco da saga aqui.

A Jadlog aceitou tranquilamente o meu produto e nem fez tanta questão da Declaração de Conteúdo (que pensei ser obrigatória), já que não tinha (não emito) nota fiscal.

Obs: o valor do frete do Melhor Envio deu diferença para menos em comparação com a Jadlog, então tive que pagar a diferença, totalizando o frete em R$ 32,00.

Tudo tranquilo até me deparar com um aviso no Mercado Livre informando que o bendito comprador estava querendo cancelar o pedido, pois de acordo com ele havia passado do prazo de entrega que eu informei. Como assim? E eu lá tenho culpa do cara morar no nordeste do país e demorar tanto para entregarem??? Eu passei o prazo que me passaram.

Eu passei o código para ele acompanhar, então era só esperar. Óbvio!

Olha o tanto de entradas (lugares) que a encomenda já fez até chegar ao destino (se já for o destino final, né)! Obs: ocultei as cidades por segurança.

Agora vem a mensagem padrão do Mercado Livre:

O Mercado Livre é ótimo para compradores, não tenho do que reclamar pois sempre resolveu meus problemas. Mas para os vendedores, sinto muito, é muita falta de consideração!

Pelo visto irei perder o valor do produto (que é personalizado e mandei fazer) e o valor do frete, já que a Jadlog nada tem a ver com os problemas de seus consumidores.

Em breve novidades.

That’s all folks!

O poder do hábito para mudança de vida – Parte 3

Dando continuidade a sequência de posts sobre o poder do hábito, como disse antes, muitas vezes o difícil não é iniciar algo, mas sim manter a rotina até o ponto que isso se torne um hábito e possamos fazer de maneira automática e muitas vezes prazerosa.

Hoje em dia é muito fácil procrastinar e perder muito daquilo que temos de mais valioso: o nosso tempo.

O smartphone veio para nos ajudar em diversas tarefas, inclusive a rolar a tela a esmo e sem objetivo algum, apenas para ver a vida alheia ou assistir a vídeos idiotas que nos mostram o quanto somos mais idiotas ainda.

Não sou perfeito, assim como ninguém é, mas um passo importante como eu sempre digo é reconhecer que você tem um problema.

Assumindo que você tem um problema você já está na metade do caminho para encontrar a solução.

Papai dos Investimentos

Dito isto, tenho vários objetivos, metas e ideias (praticamente vivo como o Bobby no desenho “Fantástico Mundo de Bobby”), mesmo que me perca muitas vezes “fazendo nada”, vide lendo notícias pessimistas e alarmantes da Globo e cia., que não irão acrescentar absolutamente nada em minha vida, exceto despertar e piorar a minha ansiedade…

Muitas tarefas e muita procrastinação

Vamos dar uma geral aqui para que entendam um pouco o que faço (ou tento) além do meu trabalho CLT:

  1. Extra 01 – Ofereço a solução (serviço) para empresas sobre um problema que enxerguei. Possuo 2 planos (menos de R$ 50,00) e não há mensalidade;
  2. Extra 02 – Vendas através do Mercado Livre/OLX revendendo alguns produtos;
  3. Extra 03 – Trabalhos de freelance na minha área de atuação.

Além de tudo isso (que pode parecer muita coisa, ou não parecer nada), ainda tenho em mente um outro projeto para tentar fazer um extra, porém ainda estou na etapa da empatia 😅.

https://www.sienge.com.br/blog/design-thinking-paulo-oliveira/

Como deu para perceber tenho várias tarefas para fazer, então isso muitas vezes acaba gerando uma onda de ansiedade em mim que me faz perder totalmente o foco; vendo apenas os dias passarem e sem nenhum resultado aparente…

“Sem” procrastinação (não somos robôs)

Para tentar me ajudar a ser a tartaruga (devagar e sempre) e não a lebre que se acha esperta demais, sigo muitas vezes o passo a passo a seguir. Como já disse antes, não adianta querer fazer muito e nem querer fazer tudo, pois você poderá se frustrar e irá matar seus sonhos/desejos.

  1. Crie uma lista de execução.
  2. Não espere estar na condição mental ideal ou no “estado de espírito” adequado para realizá-la.
  3. A cada tarefa, siga uma ordem ou sequência de atividades, ou seja, faça um pequeno roteiro das prioridades para que o objetivo possa ser atingido.
  4. A cada realização, vá riscando da lista os itens realizados, registre cada vez que uma parte dos projetos for sendo feita. E finalmente, a parte fundamental para que as tarefas saiam da cabeça e possam ser realizadas…
  5. Execute, PELO MENOS UM ITEM, a cada dia. Tente desconsiderar qualquer desculpa que tenha em mente, como por exemplo, ter que esperar até o último minuto, não se sentir bem ou não saber como fazer, ter outra atividade pendente, estar com preguiça, etc.

Há um tempo atrás encontrei este passo a passo na internet e fez muito sentido para mim, pois estava perdido e me frustrando cada vez mais e mais. Curso de idioma, leitura, blog, extra 01, extra 02, CLT, extra 03, aprendizados, hobbys, ideias etc.

Devagar e sempre…

Tem algo para acrescentar? Compartilha aí!

That’s all folks!

Rapidinha #02 – Fretes no Brasil

Alguns produtos não são possíveis enviar por Mercado Envios (sistema de envios do Mercado Livre), então neste caso o Mercado Livre permite que você cadastre valores predefinidos para que seu cliente veja o frete e pague junto ao efetuar a compra.

Tenho alguns produtos à venda na plataforma, então agora imaginem tal qual foi a minha surpresa ao ter que fazer um envio para milhares de quilômetros de distância, lá no Ceará… E meu anúncio informar que o frete era de apenas R$ 25,00???

Já havia visto inúmeros outros anúncios informando que “NÃO FAZEMOS ENVIOS PARA O NORDESTE”, por exemplo, e que a compra seria cancelada caso alguém de tal região fizesse; então coube a mim correr atrás de fretes e descobrir sozinho como são discrepantes os valores cobrados entre as operadoras.

Compartilho com vocês a tabela à seguir:

Operadoras de envio e a diferença entre valores

É claro, o que mais me espantou foram os Correios. De toda forma estou contando com o Melhor Envio; já havia ouvido falar porém nunca havia utilizado.

Observação: não tenho empresa registrada, logo não emito notal fiscal. Estou contando que deixarão eu enviar apenas com a Declaração de Conteúdo.

Em breve mais detalhes.

That’s all folks!