O poder do hábito para mudança de vida – Parte 1

Hábitos fazem parte da nossa rotina diária desde o nosso nascimento, então conforme mais fazemos algo (ou, no caso, nossos pais conosco quando somos crianças), haverá mais chances disso virar um hábito e, consequentemente, fazermos de maneira natural conforme crescemos.

É claro que se fazemos algo desde criança este hábito já estará impregnado em nós quando formos adultos, o que torna o trabalho menos árduo. O que quero dizer é, criar hábitos depois de adulto parece mais difícil do que antes, mesmo que quando somos crianças na maioria das vezes somos “obrigados” a fazer tal coisa/tarefa por conta de nossos pais, mas isso acaba sendo benéfico na vida adulta.

É importante adquirir hábitos saudáveis na infância (https://www.fadc.org.br/noticias/importancia-habitos-saudaveis-na-infancia)

Não há outra maneira para se criar um hábito que não seja COMEÇANDO.

Papai dos Investimentos

No início será difícil, mas com o passar do tempo e com as recompensas surgindo (mais saúde/disposição, perda de peso, por exemplo), você terá motivos de sobra para continuar e querer sempre mais.

Minha rotina diária e matinal consiste, basicamente, em:

  • 05h20 = acordar/orar;
  • 05h30 = exercícios para acordar o corpo: 100 polichinelo + 40 flexões (2 x 20) + 80 abdominais (4 x 20);
  • 05h50 = Caminhar/correr;

Corro 3x na semana (30min, 45min e +01h) e caminho 2x na semana (30min ou 3.5km, o que eu alcançar primeiro). Isso me ajuda demais e ainda irei falar mais a respeito futuramente;

  • 5min de exercício naqueles aparelhos de ginástica que têm nas praças;
  • 30min de leitura.

Somente após isso e de banho tomado eu começo outras tarefas, sejam pessoais ou de trabalho.

Posso afirmar que tudo isso traz uma mudança significativa em minha vida; o dia que por ventura eu não faço uma atividade física, por exemplo, parece que meu dia não rende e não tenho o mesmo ânimo no decorrer do mesmo.

Além disso, estou na casa dos 30 e tenho ânimo, disposição e um corpo bem diferente do que o da maioria dos meus colegas e caras da minha idade, reflexo dessas atividades, as quais estes não desempenham e apenas vivem de levantar copo e fumar.

Eu disse que meu corpo era bem diferente dos demais!

Outro excelente hábito, o da leitura, nos permite a possibilidade de aprendizado sobre diferentes temas e assuntos, a melhora da ortografia e do vocabulário, além de instigar a imaginação e fornecer até mesmo insights.

Eu, particularmente, gosto de biografias, sci-fi, livros sobre comportamento e autoajuda, dentre muitos outros temas, dos quais ainda irei publicar algo aqui no blog.

Em breve teremos a continuação do post com dicas. Aguardem.

E você, tem algum hábito que deseja compartilhar? Conta aí pra nós!

That’s all folks!

Renda extra, desabafo, seguidores e vida que segue

Os títulos dos meus posts algumas vezes são basicamente um resumo de tudo que irei falar, então não se assuste se por acaso ele não fizer sentido algum! hehe

Há algum tempo desenvolvi um projeto pessoal para fazer uma renda extra (claro!). Basicamente enxerguei um problema, pensei à respeito, coloquei em prática meus conhecimentos com a tecnologia e voilà: mais um unicórnio brasileiro nascendo! 🙏

Quem dera se tudo ocorresse da maneira como gostaríamos, mas a vida é assim e já falei um pouco sobre isso em um post.

A vida é desafio, Racionais MC’s

Confesso que pensei que seria mais fácil conseguir clientes, já que meu serviço é barato (menos de R$ 40,00), paga-se apenas uma vez e têm resultados por um bom tempo!

Com pouco mais de 5 meses consegui 2 clientes e cerca de 10 leads (entenda como um usuário que respondeu minha mensagem e demonstrou interesse, porém não avançou, ao menos ainda).

Meus gastos (investimentos) até então foram:

  • Domínio/WWW (R$ 40/ano);
  • Hospedagem (Informação oculta);
  • Chip de celular (R$ 10,00);
  • 2500 panfletos (R$ 130,00);
  • Recarga (R$ 10,00 a cada 2 meses para não perder o número).

Investimentos futuros:

  • R$ 100,00 para distribuir 1000 panfletos.

Infelizmente não existe fórmula mágica para um negócio alavancar, ou às vezes até tem, basta ser bobo (sim, isso é subjetivo) e que atraia a multidão (de ignorantes?!), vide exemplos: [1] [2].

Mas sou brasileiro e não desisto nunca…

A persistência é o caminho para saber se algo vai dar certo, além de que devemos mensurar os erros/acertos e melhorar os pontos que necessitam, claro, afinal dar murro em ponta de faca não rola, concorda? Só você saberá quando continuar e quando parar, só não vale desistir no primeiro degrau.

Seguidores

Estou pensando seriamente que foi uma burrice ter comprado domínio para este meu projeto pessoal de renda extra e colocado um site no ar, já que a maioria das pessoas hoje estão no Instagram e Facebook, então deveria ter focado nisso e economizado uns trocados, quem sabe até mesmo comprado seguidores, já que é isso que conta hoje em dia, infelizmente! Se uma página possui muitos seguidores já é um ponto positivo. Os outros pontos você ganha com um conteúdo interessante e que agregue (ou não?!) e com publicações profissionais (ou não?!).

Leandro Karnal

Em linhas gerais é como ouvi em uma palestra do Leandro Karnal onde ele fez uma analogia que antes o que contava no currículo de um determinado profissional (um médico, por exemplo) eram os livros que ele havia escrito e os seminários que havia participado… Mas hoje em dia o que “conta” é o quanto aquele profissional influencia a massa e o quanto ele possui de seguidores.

Minha atuação hoje é grande no Instagram e até então foi de lá que vieram meus clientes, então creio que o foco deve continuar lá. Não fechei com nenhum cliente através do site, mesmo contendo todas as informações, FAQ e direcionamento para o pagamento.

Como faço atualmente:

  • No decorrer do dia sigo vários perfis variados;
  • Filtro os que aceitaram e são perfis comerciais;
  • Curto várias fotos desses perfis;
  • Envio mensagem padrão de apresentação;
  • Deixo de seguir os que me seguiram;
  • E continuo este processo diariamente.

Não é o certo a se fazer (para não tomar bam do Instagram), mas vida que segue.

Tem algo para acrescentar? Fique à vontade nos comentários!

That’s all folks!

Teoria do Caos e as escolhas e consequências em nossas vidas

Dias atrás aconteceu um fato próximo a mim que me fez pensar bastante nas escolhas que fazemos ao longo de nossas vidas e em como isso gera consequências (boas e ruins) no decorrer do tempo. Consequentemente isso me fez lembrar da Teoria do Caos (ou Efeito Borboleta).

Para quem não conhece vou deixar um vídeo para que possam entender de maneira fácil como basicamente muitas coisas e acontecimentos estão ligados, mesmo que de maneira tão distante.

Irei omitir alguns detalhes sobre o que aconteceu e que me fez refletir à respeito disso, mas vou compartilhar um pouco do caso para que entendam aonde quero chegar. Então senta que lá vem história!

Semanas atrás um conhecido meu morreu assassinado de maneira brutal, então em um primeiro instante houve um choque grande por parte de muitos que “o conheciam”.

A vida vai passar e nunca conheceremos uma pessoa totalmente e verdadeiramente. Dito isso, eu o conhecia, tanto o seu lado bom quanto o seu lado sombrio e sei que ele fez mal a muitas pessoas; deixou sequelas naqueles que feriu e isso irá atormenta-los durante muitos e muitos anos.

Dr. Jekyll and Mr. Hyde

Sério, não estou exagerando e inventando história; a morte dele passou em diversos veículos na mídia, pelo menos aqui no meu estado. Estou apenas poupando detalhes para me precaver e manter ainda um certo anonimato comumente difundido na finansfera.

Fato é que anos atrás eu e diversas pessoas que conheço fizemos várias denúncias anônimas para a polícia esperando que o mal fosse acabar, e como podem imaginar, não houve prisão e nada do tipo. Então ele continuou “curtindo” sua vida e acabando com a vida de tantas outras.

Passaram-se mais de 15 anos desde que o vi pela última vez e agora veio a notícia da sua morte. Pelo que ele fazia da vida eu não esperava nada diferente do seu fim, principalmente da forma como foi a sua morte.

NASA descobre Efeito Borboleta atuando no Sol

De volta ao assunto do início do post, fiquei pensando em como a vida é cheia de escolhas e consequências (onde diversas vezes não paramos para pensar e simplesmente agimos!), e que muitas vezes essas refletem e ecoam em diversas pessoas e, assim, sucessivamente, gerando vezes o caos, a dor, a desordem, e, também, a alegria e coisas boas. O interessante é que tudo está basicamente interligado e não conseguimos premeditar tudo que irá acontecer; são as incertezas da vida.

“Uma coisa tão simples quanto o bater de asas de uma borboleta, pode causar um tufão do outro lado do mundo.”

Filme Efeito Borboleta

SE a polícia tivesse agido quando diversas pessoas o denunciaram e ele houvesse sido preso, com certeza muitas famílias não iriam chorar e muitas outras consequências ruins teriam sido evitadas. SE ele não tivesse passado o que passou quando era uma criança, pode ser que ele não seria o que se tornou quando adulto (estou supondo, ok?!). SE ele não tivesse machucado diversas pessoas, com certeza a vida de suas vitimas seria diferente e com menos ódio e rancor. SE suas vitimas não tivessem tanto ódio no coração isso não iria ecoar na vida de outras pessoas ao redor. Agora com sua morte muitas outras coisas virão à tona e seus amigos e familiares que o consideravam uma boa pessoa irão conhecer seu outro lado… E assim a vida segue com consequências, sucessivamente, até esbarrar em você.

Filme Efeito Borboleta

Pare para pensar no que você faz hoje…

Com certeza você está colhendo e ainda irá colher diversos frutos, amargos e também doces, então viva a vida da melhor maneira possível e de forma que suas escolhas possam refletir de maneira benéfica na vida de outras pessoas.

Há coisas que não podemos premeditar, mas quando algo acontecer de maneira negativa em sua vida, tome uma atitude sã e menos dolorosa pensando em como isso irá ecoar no universo.

That’s all folks!

Grana Extra – Venda de Ingressos do Rock in Rio

Mesmo com muitas pessoas reclamando do Rock in Rio acerca do nome do evento e das bandas e estilos que tocaram ultimamente no mesmo, – pop e funk, por exemplo, ele continua sendo o maior evento do gênero no Brasil, sem sombra de dúvidas!

Para quem curte um rock ou até mesmo outros estilos, eu recomendo que vá ao menos uma vez para sentir a energia. Já fui em 4 edições e não me arrependo, mesmo que em algumas delas houveram bandas repetidas; mas nenhum show é igual ao outro, com certeza!

Guns N’ Roses no Rock in Rio de 1991

Resolvi tentar vender ingressos apenas na terceira vez que fui ao evento, em 2017. Haviam muitas bandas boas (esperadas) e os ingressos esgotaram-se muito rápido na edição anterior, com isso pensei ser uma boa tentar uma grana extra.

Comprei 4 ingressos extras na época, sendo dois para o dia do Aerosmith e outros dois para o dia do Bon Jovi. Desses, três eu consegui vender através do Mercado Livre, negociando com o comprador que a pulseira seria enviada logo após o evento me entregar, o que ocorre meses após a compra.

Como minha conta no Mercado Livre é bem antiga e tenho boa reputação foi fácil vendê-los por lá. Claro, houve certa desconfiança nas perguntas que o pessoal fez, já que eu não tinha o produto ainda, mas acabei criando um anúncio extra e de baixo valor só para que os interessados pudessem ter acesso ao meu contato e, assim, eu conseguisse lhes mostrar o comprovante de compra que havia feito dos ingressos. Além disso, o comprador teria que avisar ao Mercado Livre após alguns dias que ele já estava em posse dos ingressos (política do ML), já que o meu prazo para enviar/receber ultrapassava o prazo de envio/recebimento do Mercado Livre.

Acredito realmente naquele ditado que diz para fazermos com os outros o que gostaria que fizessem com a gente*, então, trato é trato e o combinado não sai caro. Assim que recebi as pulseiras mandei foto para os compradores e fiz o envio (com seguro, claro!) nos Correios.

* meio contraditório já que eu compro ingressos e vendo mais caro, então não gostaria que alguém fizesse isso comigo, mas… hahaha

O outro ingresso que não consegui vender através da internet tive que vender no dia do evento, só que é bastante arriscado pois há a grande possibilidade de roubo, então você deve observar antes para quem irá oferecer e NUNCA ficar em posse do mesmo. Como estava com um grupo de amigos senti mais confiança em ofertar, mas se estivesse sozinho talvez não arriscaria a venda presencial.

Outro detalhe importante é que o cambismo é crime, então você pode ir preso.

Na edição de 2019 novamente arrisquei e fui certeiro pois vendi mais rápido do que em 2017. Adquiri 2 ingressos para o Dia do Metal, onde teria as bandas: Scorpions, Iron Maiden, Sepultura e Helloween (substituindo o Megadeth) no palco principal, além de Slayer e Anthrax dentre outras.

Slayer

Valeu a pena?

Com certeza! Com os valores ganhos paguei praticamente a viagem da primeira vez que pratiquei.

No fim das contas obtive um lucro líquido (tirando as taxas do ML/Correios) de cerca de 45% em cada ocasião.

Com a venda no local o lucro foi menor, pois vendi uma meia-entrada de R$ 277,50 por R$ 325,00.

Dicas

  • Compre ingressos pensando que você vai ao evento, pois caso não consiga vendê-los, ainda poderá desfrutar do momento;
  • Observe os dias/shows mais comentados e, de preferência, bandas que irão se apresentar pela primeira vez no evento ou, até mesmo, no país;
  • Tenha um plano B: conheça pessoas que irão OU que façam excursões para esses shows, então caso não consiga vender, poderá repassar nem que seja a preço de custo;
  • Fique atento as datas de pré-venda e, principalmente, aos descontos oferecidos por bandeiras de cartões de crédito e de bancos;
  • Responda as dúvidas no ML com educação e cordialidade (passe segurança!).

Se tiver alguma dúvida, pergunte aí!

That’s all folks!

Balanço Patrimonial – Setembro 2021

Há um bom tempo eu não fazia o meu balanço patrimonial (2 anos e 5 meses exatamente), mesmo ele não sendo nada complexo se comparado aos demais da finansfera que são cheios de gráficos, cálculos e comparativos mensais (tenho inveja desses caras, confesso!).

Ainda tenho muito o que aprender sobre finanças e afirmo que sou até cru -, por assim dizer – quanto à matemática, acreditem.

Mas o primeiro passo para a mudança é enxergar nossos pontos negativos, então sei onde devo melhorar e tenho um norte a seguir. Agora vem o problema real: mudar. 😀

Vamos às explicações:

  • Conta corrente para pagamento de contas mensais;
  • Poupança para emergências (não é reserva) e extravagâncias quando passamos do limite no mês;
  • Cartão de crédito é a soma de todas as compras realizadas (até mesmo as parceladas, porém com menos de um ano para quitar);
  • Pouco mais de R$ 2.000,00 no cartão de crédito é referente a uma viagem que faremos em família ainda este ano;
  • Cartão de crédito no longo prazo são compras parceladas em mais de 12 vezes (é raro fazermos isso mas pode acontecer).

That’s all folks!

Um mundo onde todos são iguais

Parece que o futuro chegou mais rápido do que pensávamos, pois estamos rodeados de robôs programados para fazer as mesmas coisas diariamente.

Não sei vocês, mas grande parte dos meus “amigos” (vulgo seguidores) fazem as mesmas coisas; postam as fotos de comida, de piscina, foto sorrindo e com “frase positiva” na legenda e no story, mas isso não é nada comparado aqueles vídeos curtos (boomerangue) em que realmente parecem robôs com pane no sistema e ficam repetindo os movimentos como idiotas, para trás e para frente; abrindo e fechando a boca e por aí vai. PQP! Aquilo ali pra mim é o fim.

Parece não haver mais identidade (na verdade hoje em dia tem mais identidade do que países existentes, né?! Deixemos pra lá… :P); a maioria se veste igual, vai nos mesmos lugares e fazem as mesmas merdas para se sentirem “cool”, e ai de você se não fizer, pois irão taxá-lo de ignorante, burro tecnológico e até mesmo mão de vaca.

Fernando Collor ⏳🇧🇷 on Twitter: "Pessoal, no #tbt de hoje relembro o fim  da aventura nuclear que queriam colocar o Brasil. Como presidente da  República, em ato público, no dia 19 de
Collor jogando a última pá de cal

Para finalizar minha indignação da qual não posso gritar aos quatro ventos por aí para não ser internado em um hospital psiquiátrico, fico triste ao ver o caminhar da humanidade e a expansão de apps como TikTok e Kwai, que parecem feitos propositalmente como forma de emburrecer o povo. Vejo-os como a última pá de cal sobre a humanidade.

Lembre-se que o que temos de mais precioso enquanto estamos aqui é o nosso TEMPO. Não temos como comprar tempo; o minuto passado já passou e não volta.

Papai dos Investimentos

Quando nascemos já temos um contador regressivo do qual nunca saberemos em qual posição ele está; pode ser que haja apenas 1 hora restante, quanto pode ser que você ainda tenha 16.425 dias de vida… Nunca saberemos.

Então valorize o seu tempo e pare de ver idiotices e de deixar idiotas ricos através de views.

Papai dos Investimentos

That’s all folks!

Golpes digitais, sequestro-relâmpago e o bendito PIX

Com a novidade do PIX vieram algumas facilidades, porém, em contrapartida surgiram diversos golpes digitais e até mesmo a volta (ou aumento) do sequestro-relâmpago. Realmente o Brasil não é para amadores, como dizem por aí.

Diante disso agora os bancos estão limitando os valores até R$ 1000,00 para transferências durante a noite, entre 20h e 06h, para tentar coibir este último tipo de crime. É possível solicitar o aumento do limite, mas isso também requer a espera de um prazo que varia de 24h a 48h, justamente para evitar que um bandido faça a solicitação e o aumento fique disponível na hora.

Também há a opção de cadastrar previamente algumas contas que podem receber valores além do limite.

Para mais informações acesse: https://economia.uol.com.br/noticias/redacao/2021/08/27/apos-sequestros-relampagos-bc-divulga-novas-regras-de-seguranca-para-pix.htm

Como EU me protejo?

Por mais que eu não seja nenhum ricaço que mora em uma mansão na zona sul da cidade e desfila em um carro de 300k, fiz algumas mudanças para evitar (ou minimizar) qualquer surpresa desagradável, seja sequestro ou roubo digital, afinal eu suei e continuo suando muito para ganha-lo.

Alguém disse proteção?

O que eu fiz:

  1. Diminui o valor da LIS disponível (tinha mais de R$ 5.000,00 pré-aprovado; agora tenho R$ 300,00). Recordando o passado utilizei LIS em raras ocasiões e mesmo assim valores abaixo de R$ 100,00 e que eu pagava no mesmo dia;
  2. Retirei parte do dinheiro da poupança que era uma reserva de emergência e coloquei em um CDB onde consigo sacar com 2 dias após a solicitação. Então fico praticamente zerado na conta corrente/poupança. Outro montante da poupança coloquei no Tesouro;
  3. Cancelei o empréstimo pré-aprovado no banco (+ de R$ 30.000,00).

VERDADE SEJA DITA: OS BANCOS QUEREM QUE VOCÊ SE FODA. LIMITES EXORBITANTES E QUE MUITAS VEZES NÃO CONDIZEM COM A SUA REALIDADE, DIGA-SE HOLERITE.

NÃO SE ENGANE ACHANDO QUE O BANCO É “BONZINHO”.

Papai dos Investimentos

Dicas para evitar (ou minimizar) surpresas

  1. Não saia clicando em tudo quanto é link/site na internet, seja no computador ou no smartphone, principalmente enviados por SMS;
  2. Antivírus no computador e no smartphone é o mínimo para sua segurança digital;
  3. Cuidado ao instalar apps/jogos pouco conhecidos em seu smartphone e fique atento as permissões que o mesmo solicita;
  4. Mantenha sua foto do WhatsApp disponível apenas para seus contatos (Configurações > Conta > Privacidade > Foto do perfil);
  5. Habilite a confirmação de duas etapas (Configurações > Conta > Confirmação em duas etapas);
  6. Desconfie SEMPRE que algum conhecido te pedir dinheiro no WhatsApp. Ligue para a pessoa (por ligação e não por ligação do WhatsApp) e confirme se é realmente a pessoa que está pedindo emprestado; vale até mesmo fazer uma chamada de vídeo neste caso;
  7. Habilite o PIN no seu chip. Dessa forma sempre que colocarem o seu chip em um celular ou reiniciar o seu, deverá informar o código para que consiga utilizá-lo. Este procedimento varia em cada sistema operacional, então consulte o Google.

Essas são dicas simples mas que muitas pessoas ainda pecam.

Mais dicas de segurança: https://g1.globo.com/economia/tecnologia/quiz/faca-o-teste-e-descubra-se-sua-conta-no-whatsapp-esta-protegida.ghtml

Dica suprema

Ainda não implementei essa dica, mas faz total sentido e realmente te protege de qualquer sequestro: um celular extra.

O celular das finanças e com apps de corretoras, bancos, etc., fica em casa e só é utilizado para o que realmente deve ser feito com ele.

O celular da diversão fica com você 24h e tem os apps de comunicação, jogos e firulas (talvez até o app de um banco “desses aí menos conhecidos” e com R$ 0,00 na conta). Então se te roubarem/sequestrarem, dos males o menor.

Tem alguma dica? Compartilha aí com a gente!

That’s all folks!

Compra para terceiros no cartão de crédito – Vantagem ou cilada?

Duvido que algum dos leitores nunca foi solicitado a emprestar o cartão de crédito para uma compra de terceiros! Ah, esqueci que você pode não ter cartão, mestre! 😀

Que seja realmente emprestando o cartão pessoalmente OU fazendo uma compra para a pessoa – em uma loja, internet etc.

As duas formas são péssimas, claro! Mas ao menos na segunda opção você ainda tem um certo controle sobre a compra e valor, diferentemente de emprestar o cartão para uma possível compra de R$ 500,00, por exemplo, e no final do dia constar muito mais do que isso na sua fatura. E agora, José?

Já fez uma compra hoje – no seu cartão! – para alguém?

Comigo já aconteceu e não foram poucas vezes, limitando-se apenas aos parentes (amigos e “colegas” nunca pediram, graças a Deus). O problema disso é que após a primeira vez “já era”; perdeu a virgindade e daqui a pouco vai perder o cartão também.

Você usa o seu cartão “com todo o cuidado” e aí vem um descontrolado que não tem um mísero cartão – ou se tem, há o limite de R$ 100,00 no “roxinho”, – reflexo de toda incompetência financeira da sua vida, na maioria das vezes. Então a pessoa que sempre atrasou faturas e está “fudido” com as finanças vem te pedir para fazer uma compra no SEU CARTÃO?! Pode isso???

Como disse lá em cima, após a primeira vez isso irá virar rotina, e se você não tiver pulso firme poderá lhe trazer problemas (ÓBVIO!), sejam familiares, mentais e, principalmente, financeiros.

Já disse aqui em casa para a esposa que não quero mais que fulano, ciclano e beltrano me peçam para comprar nada; um desses já atrasou fatura comigo a anos atrás, mas agora está “andando direito”. Os demais sempre pagam, mas às vezes tenho que ficar lembrando: “Ow, dia X está chegando, você me deve R$ X e tenho que pagar a fatura! “. Também há o sofrimento do possível não pagamento…

Vantagens?

Será que posso dizer que pontuação no cartão é vantagem diante de certo stress e risco de não receber? É piada, né?! 😀

Como disse antes atualmente ninguém fura comigo o pagamento, mas gera aquelas dúvidas mensalmente: Será que vai atrasar? Será que vai pagar? Será que vou precisar lembrar?

Mesmo que não me paguem no dia eu sempre pago a fatura, é ÓBVIO, meu caro Watson! E depois recebo deles (querendo cobrar juros dignos dos bancos).

Juros dignos dos bancos.

De volta a “vantagem” já troquei pontos em quase R$ 800,00 de produtos em pouco mais de 1 ano.

Agora estou pensando é na desculpa que posso dar para cortar de vez o mal pela raiz, e estou aceitando sugestões! 🙂

O mais engraçado disso tudo é que não temos obrigação alguma de fazer isso, mas se por acaso você negar, a pessoa ainda “vira as costas” para você… E você aproveita e dá um pontapé na bunda e manda ela pra longe para que nunca mais volte! 😀

That’s all folks!

E seus investimentos P2P?

Após o que considero o “boom” dos investimentos P2P (~ 2019), como andam seus investimentos desse tipo? Prejuízos? Lucros?

Nessa época investi R$ 1000,00 (sabendo dos riscos, claro) em uma operação que prometia por volta de 420% do CDI, estimando um retorno anual de 27,72%/ano e com prazo previsto de cerca de 18 meses.

P2P

Se não me engano o score da empresa era C1 (de acordo com a régua da empresa que fazia a intermediação); acabei “investindo” para conhecer o processo e tentando ganhar algo além do esperado (sim, novamente, já sabendo dos riscos – logo, podendo ganhar ou perder). Antes que eu esqueça, na época C1 era a pontuação “melhor” que tinha na plataforma em questão, ou melhor, que havia para investir, pois as que possuíam pontuação A e B já haviam alcançado o valor que precisavam.

Após as devidas explicações, minha situação atual é:

  • “Recuperei” até então R$ 800,00 e poucos reais;
  • Último pagamento seguindo o cronograma foi realizado pela empresa devedora em 2020;
  • Houveram acordos etc., entre a empresa que faz a intermediação e a empresa devedora;
  • Em 2021 houveram por volta de 3 pagamentos (após acordos);
  • E ainda restam mais de 15 parcelas para receber.

EDIT: Não podemos esquecer da crise (COVID) que “bagunçou” o mundo/economia, sendo a maioria os pequenos empreendedores.

That’s all folks!

Feedly para acompanhar todos os blogs

Hoje em dia é praticamente impossível acompanhar todas as notícias, blogs etc, concorda?

Para tentar resolver isso passei a utilizar o Feedly, uma ferramenta bastante útil para concentrar todos seus feeds em um único lugar, receber um resumo de cada um deles, criar categorias, salvar determinado post para ler depois, dentre outros recursos.

Interface do Feedly

Sou do tempo do Feedburner, mas um tempasso atrás a Google disse que iria encerrá-lo, porém parece que voltaram atrás e agora optaram por atualizá-lo.

That’s all folks!