Demissão. O que você faria?

E aí, pessoal! 

Tentando aparecer mais frequentemente por aqui, darei início a publicação de informações/notícias que julgo importante compartilhar, afinal isso aqui serve praticamente como um diário, certo? Quando não temos com quem falar determinados assuntos a web e seu “anonimato” acabam ajudando.

Hoje um colega de trabalho foi demitido; um cara de quase 40 anos e com certeza um salário de mais de 12k.

Vi muitas pessoas abatidas e compadecidas com tal colega, afinal ninguém quer ser demitido e simplesmente conhecer alguém nessa situação pode chegar a doer o coração. Eu, por outro lado, estava “normal”.

Já fui demitido em um momento da minha vida e na época assustei, é claro, mas não foi nada tão impactante assim. Tudo bem, na época morava com meus pais e não tinha esposa nem filho; em compensação já tinha contas e se não me engano estava pagando meu apartamento (comprei na planta).

Com certeza para um pai de família a demissão é algo complicado, principalmente quando não se tem qualificação/estudos e ainda há a questão da idade, o que cria um empecilho maior na possibilidade de empregabilidade. Então são N coisas que podem passar na cabeça de quem está nessa situação, e quem está de fora dela como não a vivencia acaba achando “normal” e dizendo: bola pra frente que abre outra porta! Confesso que quando me despeço de alguém que foi demitido acabo dizendo frases assim tentando melhorar um pouco o clima.

Me orgulho da pessoa que me tornei e a qual busco sempre melhorar, pois hoje tenho outra mentalidade à respeito de muitas coisas da vida e do cotidiano.

Mas e seu eu fosse demitido? Na minha situação atual, com certeza ficaria um pouco receoso já que o maior salário em casa é o meu; começaria por aí. Porém, tenho que lembrar que há FGTS, multa (+40% FGTS depositado), + seguro-desemprego (de 3 a 5 parcelas se não me engano), investimentos, minha esposa trabalha, a parcela do ap é barata… Bastaria no começo mudar a vida que temos (que pode ser difícil ou não, depende do casal/mentalidade) e correr atrás de algo novo.

Tenho uma vontade enorme de trabalhar por conta própria! Seja na minha área ou não, eu penso em empreender e uma das coisas que mais sinto é de ficar longe do meu filho o dia inteiro, então isso poderia ser suprido em parte se trabalhasse por conta própria.

Mas o que realmente quero dizer com essa mensagem é que as pessoas devem manter a cabeça erguida quando surgir uma demissão. Você leva a porrada mas definitivamente não é o fim do mundo! Com certeza não, e, é verdade quando dizem que quando fecha-se uma porta, abre-se outra.

Gosto muito de dar o exemplo do cavalo que passa a vida toda com os olhos praticamente olhando em uma direção devido ao uso de antolhos (fui conhecer o nome desse negócio somente quando estava pesquisando para este post! hehe). A maioria dos funcionários das empresas são como os cavalos, olhando apenas em uma direção e esperando o capim, diga-se de passagem. Porém, quando há a demissão eles passam a enxergar que existe um outro mundo a conquistar, basta querer e correr atrás. Mas muitos se deixam levar pelo pessimismo e acham que suas “vidas acabaram”. Nada a ver isso! É aí que as coisas podem realmente mudar e para melhor.

E você, já pensou (ou passou) na demissão?

That’s all folks!

Obs: simplesmente lembre-se que você tem uma cabeça e é capaz de aprender/fazer muitas coisas, já que o erro, acredito eu, é a maioria pensar que só poderá fazer o mesmo que fazia antes de ser demitido… aff. Muda o disco e vida que segue!

 

Anúncios

Balanço Patrimonial – Dez/18

E aí, pessoal!

2018 quase chegando ao fim e cá estou com meu balanço patrimonial.

Confesso que não gosto de final de ano somente por lembrar em ter que dar presente aos parentes! Chato, mão de vaca… fique à vontade para indicar outros adjetivos! 😘 Confesso, também, que não faço questão de receber, acho que é meio óbvio, né? Então, que tal um acordo: sem presentes e mais presença? Todos reunidos visando apenas a confraternização, a paz, a amizade, a prosperidade, a união…

Verão que as compras com cartões diminuíram bastante, exceto por um treinamento que comprei e irá trazer bons frutos. Amen!

Outro detalhe é que meses atrás havia pego R$ 930,00 com meu pai para uma urgência e só agora eu lembrei de pagá-lo, então coloquei aqui nos passivos. Como meu pai não está esquentando nada com isso e nem cobra juros 🤗 a ideia é quitar até meio de 2019 🙊 R$ 100,00 já foi! rs.

Aproveitei o dinheiro que entrou e adiantei o pagamento da parcela (de janeiro) do carro para minha irmã ✌.

Infelizmente não conseguirei aportar o tanto que imaginava, mas sigo firme e aprendendo com os erros bobos: não gastar mais do que se ganha; poupar e investir; aumentar a renda.

Atualmente minha carteira é:

  • CDB BANCO MAXIMA SA
  • Debênture CART12 – CONCESSIONARIA AUTO RAPOSO TAVARES S/A
  • Debênture CART22 – CONCESSIONARIA AUTO RAPOSO TAVARES S/A
  • Tesouro Direto Tesouro IPCA+ 2035
  • Tesouro Direto Tesouro Prefixado 2023
  • Tesouro Direto Tesouro Direto SELIC
  • COE ALTA DO S&P500

Estou pensando seriamente em retirar os valores do TD IPCA+ e PRE para comprar ações. Ao menos seria um pontapé inicial para a aventura em renda variável.

E não menos importante: janeiro além de ser um mês de férias, é um mês de IPTU e Taxas Veiculares, infelizmente! 😦

Abs e bons investimentos 🙂

That’s all folks!

Balanço Patrimonial – Nov/18

Segue balanço referente a novembro/2018.

A novidade é que peguei um trabalho extra para fazer o que ocasionou em grana nova.

Retirei a divisão entre os investimentos (Selic, IPCA, CDB…) e reuni tudo apenas em “Renda Fixa” e “Renda Variável” (que em breve pretendo alocar recursos).

Ah! A meta em zerar os cartões continuam.

 

Neste final de ano pretendo investir algo entre 5~7k sendo 40/60 (fixa e variável). Como já tenho um montante em renda fixa vou arriscar mais na variável.

Abs e bons investimentos 🙂

That’s all folks!

Balanço Patrimonial – Set/18

Olá, pessoal!

Não morri! Infelizmente é falta de tempo, compromisso e problemas pessoais que me impediram que postar antes.

Atrasadíssimo com meu balanço que já estava pronto e faltava apenas postar. Sem novidades no front.

 

Nos últimos dias adquiri uma Debênture e também comprei um TD Selic, então  logo irei atualizar meu balanço de Novembro, já que o não compensa fazer o de Outubro.

Passei por uma reviravolta em minha vida algum tempo atrás e espero em breve poder compartilhar com vocês, já que este mundo virtual e “anônimo” permite isso. Mas já adianto que tudo que plantamos nós um dia colhemos, sejam frutos bons ou ruins.

Méliuz, Léguas, DOTZ e algumas dicas para economia

É fato que antes de ser um bom investidor é necessário ser um bom poupador, afinal não há como investir sem ter money – que é good nóis no have (HEAVY!)!

Saudosos tempos dos Mamonas Assassinas 😀

Já faz um bom tempo que passei a ter o costume de refletir bastante antes de adquirir algo, evitando comprar o que eu não esteja realmente necessitando; seja um tênis, calça etc, o que consequentemente me faz pesquisar muito antes de comprar. Por exemplo, o meu celular já tem no mínimo 3 anos e ainda me atende muito bem para o que eu preciso no dia a dia (mesmo com a tela um pouco trincada), então para quê gastar dinheiro com outro? Vou trocar somente quando literalmente ele quebrar/parar.

Vocês já pararam para pensar nas pessoas que compram iPhone de R$ 6.999,00 para simplesmente usar WhatsApp e Facebook? Tudo bem! Deixarei você me contra-argumentar que é “status” ou “símbolo de qualidade”… Mas e aqueles que trocam de aparelho ano após ano, o que pensar dessas pessoas? Tem algo muito errado com a nossa sociedade!

Antes de prosseguir eu gostaria de deixar claro que não sou contra uma pessoa ter um iPhone ou outro celular caro (ou outro gadget qualquer de um valor absurdo). Sou contra é às pessoas que compram simplesmente para “ostentar” (que palavrinha FDP e que eu odeio) e que dividem de 24x; aquelas pessoas que tem um celular caro e literalmente não têm onde caírem mortas.

É uma inversão completa e absurda de prioridades na vida dessas pessoas e que formam grande parte da população do Brasil.

Quer uma dica? Pega essa grana, capacite-se, aumente sua renda, continue se capacitando, mude de vida e “ostente” conhecendo lugares, culturas diferentes, novos paladares…

Agora o assunto do título

Méliuz

Para quem ainda não conhece, a plataforma Méliuz devolve uma parte do que você gastar (cashback) através de diversos e-commerces parceiros.
Alguns parceiros devolvem 1,5%, outros 5%… A porcentagem varia muito e você pode transferir a grana assim que atingir o valor de R$ 20,00 na conta.

Para ficar ligado e não perder dinheiro é necessário instalar um plugin (extensão) no Google Chrome chamado de “Lembrador”. Toda vez que você entrar em um site parceiro ele irá te avisar para ativa-lo, caso ainda não esteja.

Programa de Léguas

O Submarino oferece o programa de Léguas para todos que possuem o seu cartão, sendo que basicamente funciona assim:

  • Ganhe 1 légua para cada R$ 1,00 gasto em estabelecimentos credenciados à rede Visa ou Mastercard;
  • Ganhe 3 léguas para cada R$ 1,00 gasto no e-commerce do Submarino.

Ou seja:

  • Gastou R$ 300,00 em lojas físicas = ganhou 300 léguas;
  • Gastou R$ 300,00 no site Submarino = ganhou 900 léguas.

Você pode trocar o seu voucher assim que atingir uma das seguintes pontuações:

  • 7.500 léguas = R$ 50,00 de voucher;
  • 12.000 léguas = R$ 100,00 de voucher;
  • 25.000 = R$ 250,00 de voucher;

De 2011 até o momento (agosto/18) já resgatei R$ 450,00 em vouchers.

Fique atento a fanpage do Submarino pois sempre aparece alguma ação de marketing dando anuidade grátis no cartão. Fique ligado!

DOTZ

DOTZ é algo que tenho e vou juntando, juntando, juntando… E ainda não consegui trocar! Para ser vantajoso é interessante trocar apenas em passagens aéreas, ou, na pior das hipóteses, em algo qualquer (quando sua pontuação for expirar).

A plataforma possui parceria com grandes portais – além de lojas físicas – e funciona basicamente como o sistema de Léguas do Submarino, ou seja, a cada R$ 1,00 gasto (em alguns casos o valor muda) você ganha X DOTZ.

O sistema também possui uma extensão para Google Chrome, o que te permite ficar antenado quando acessar algum site parceiro!

Através da imagem é possível perceber porque é vantagem juntar e trocar por passagem aérea; ninguém merece trocar 7.000 DOTZ em uma panela! Sempre há promoções de passagens partindo de São Paulo e outras capitais por menos de 10.000 DOTZ, por exemplo.

Mastercard Surpreenda

Tenho cadastro no Mastercard Surpreenda e NUNCA usei. De maneira simples funciona assim: cada vez que você usa o seu cartão (indiferente do valor gasto) conta 1 ponto. FIM.

Após buscar no site deles o produto que deseja através dos diversos parceiros, você troca por um voucher. Se não me engano este voucher “custa” 10 pontos e lhe dá direito a comprar o produto em questão.

O que difere o MC Surpreenda dos outros programas é que ao adquirir um produto você ganha outro igual. Sim, isso mesmo que leu.

Pode ser vantagem se você e seu amigo tem gostos parecidos e nº de calçado iguais, por exemplo, assim você compra um tênis e divide o valor com ele, ganhando 2 pares.

Não vi vantagem nele pois nenhum produto realmente me agradou, além dos valores serem bem destoantes se comparado a outros sites.

E para economizar mais

As dicas a seguir são para papais/mamães de primeira viagem mas pode valer para outros casos, com certeza!

  1. Sempre faça o cadastro em Drogarias e Lojas de Conveniências para garantir “descontos”;
  2. Ao comprar muitos itens de um mesmo produto peça desconto (comigo sempre funcionou);
  3. Se for pagar à vista (cash ou de 1x no cartão) é ainda mais uma vantagem para pedir desconto;
  4. Utilize sites como Buscapé e Zoom para comparar preços e não compre por impulso. Aguarde 24h ou 1 semana e veja se o produto ainda lhe chama a atenção.

Aviso Importante: não tente utilizar vários programas (Méliuz e DOTZ, por exemplo) ao mesmo tempo/no mesmo site pois um deles irá cancelar a pontuação. Já aconteceu comigo! É um ou outro.

Léguas do Submarino contabilizam independentemente de outro programa utilizado online/ao mesmo tempo, já que a pontuação é no cartão.

Então é isso. Tem algo a acrescentar? Fique à vontade! 🙂

That’s all folks!

 

Balanço Patrimonial – Ago/18

Olá, pessoal!

Sim, eu desapareci por um bom tempo novamente… Infelizmente e sem motivo aparente, apenas a correria do dia a dia.

Sem grandes novidades no front. Andei me capacitando na área através de cursos pela internet; estou melhorando meu vocabulário através da leitura e evitando vícios de linguagem… sendo o ser humano melhor que o de ontem foi.

E para um pai, acredito veementemente que o melhor que posso deixar para o meu filho são os bons exemplos e o conhecimento. Com isso ele conseguirá qualquer coisa em sua vida!

Balanço - Ago/18

 

Explicando:

  • Atualizei os valores de investimento e coloquei os atuais já descontando as devidas taxas (IR);
  • E o TD Selic? O gato comeu! Infelizmente saquei para completar a grana e pagar dívida de cartão.
  • Sondei a tabela Fipe e meu veículo consta com o valor de pouco mais de R$ 19.500,00; então nos ativos estou descontando um valor digamos que justo, para a revenda dele;
  • FGTS de vento em popa (SQN);
  • Cartões: evitando ao máximo gastar sem necessidade e quitando o que devo atualmente (e fazendo o possível para uso de apenas 1 deles), mesmo estando ciente que o problema não é ter um, dois, três cartões… mas sim o uso sem limite dos mesmos.

That’s all folks!

Balanço Patrimonial – Jul/18

Olá, pessoal!

Sumi por alguns dias devido a não sei por quê (!), mas creio que a maioria que cria um blog sempre passa por isso, então tenho como meta publicar ao menos um post por semana. Prometo!

Como deu para perceber no Balanço Patrimonial passado e em outro post já comentado, o cartão de crédito é um vilão para mim ao qual já estou ciente e determinado a derrota-lo; lembrando que isso nunca me deixou com nome no SPC/Serasa e coisas do tipo, mas também me impossibilitou de criar ativos e riqueza.

Vamos aos números:

Explicando:

  • A conta corrente atualmente tem uma grana que recebi de férias e que praticamente deverá quitar as contas do mês que vem, sendo que já adiantei todas que foram possíveis;
  • Meu cofrinho teve um aumento de R$ 5,00 (uhuuu);
  • Do último balanço para cá tive que praticamente acabar com meu Tesouro SELIC por conta de contas (vulgo cartão de crédito);
  • FGTS sempre crescendo graças ao bom e velho governo que temos (oh shit!). Sim, eu posso usá-lo para abater no financiamento do apartamento, porém nessa incerteza em que vivemos no Brasil ele serve como um colchão de segurança;
  • A respeito dos cartões estou focado em acabar com as dívidas e deixa-lo (sim, usar apenas um!) realmente para compras fixas e assim continuar pontuando no cartão (este mês vou resgatar mais um voucher no Submarino 🙂 * ao menos isso, né).

Muitos que acessam este blog podem até pensar: “porra, esse cara, não seja este cara!”, ou ainda, “acho que ele deveria mudar o nome para Papai do Não Faça Isso”
Realmente ainda não consegui investir e fazer tudo que pretendo a respeito de finanças, mas o principal eu já tenho que é o conhecimento – ao qual também nunca paro de buscar! – e também já reconheci muitos de meus defeitos e hoje corro atrás para me tornar melhor em todos os sentidos.

Então, se a vida não está do jeito que gostaria, questione-se: o que eu posso fazer para mudá-la/melhorá-la? 

Lembre-se: não espere resultados diferentes fazendo as mesmas coisas de sempre.

That’s all folks!